"Nem Sempre o que Pensamos é o que Vivemos... E na Maioria das Vezes o que Vivemos é o que Jamais Pensamos..."
Fulvio Ribeiro

Sentimentos e sentimentos

Author: Fulvio Ribeiro /



Julia uma jovem jornalista muito bela e culta, acorda, e novamente sente a brisa suave da misericórdia soprando sua face, depois de uma boa espreguiçada ela decide se levantar, tomar um bom banho, preparar-se para sua rotina monótona e sem muito sentido verdadeiro.

Mas no chuveiro um sentimento novo a invade, algo que ela nunca havia sentido antes (mas que lhe caiu bem para o momento).

Logo lhe veio a mente alguma coisa que tinha lido na noite anterior, em um novo testamento que carregava sempre para lhe trazer sorte, mas logo chegou a conclusão que pensar assim seria tolice. Tomou seu café desta vez com calma, coisa que não era comum em se dia- dia, e partiu em direção ao trabalho.

Tudo estava muito estranho ao seu redor, o transito caótico, as buzinas dos carros, semáforos fechados, não conseguiram lhe tirar a paciência aquela manhã, e isso nunca tinha ocorrido com ela antes. Chegando em seu trabalho, Julia viu um recado que estava sobre a sua mesa com o contato de um rapaz, o qual teria gostado muito de um de seus artigos publicados recentemente,que tratava sobre as virtudes e mazelas do ser humano.

Julia então decidiu ligar para o rapaz e agradecer o reconhecimento e os elogios dispensados a seu artigo, ao telefone o rapaz lhe pareceu simpático, calmo e muito inteligente, o que contribuiu muito para o sim que Julia disse quando o rapaz lhe convidou para um café.

Após desligar o telefone ela dizia: - “Devo estar com problemas mesmo, primeiro aqueles sentimentos estranhos, depois ligo para um desconhecido querendo ser gentil e pior, vou tomar um café com ele.

Mas o que Julia não sabia é que tudo mudaria em sua vida depois daquele encontro, o dia foi passando, e aquele sentimento totalmente desconhecido, (porem muito gostoso) continuava a permear seu coração. E quando estava perto das 06 h da tarde, Julia se dirigiu ao local do encontro com o tal estranho, quando ambos se apresentaram de imediato ela sentiu algo diferente pulsando dentro de si, uma espécie de alegria na alma e gostou muito do rapaz.

Passaram então a se encontrar com certa frequência sempre nos fins de tarde, e nesse mesmo período Julia também começou a apreciar coisas que para ela eram relevantes até então como, a musica que a chuva ao cair nos oferece, a dança das árvores com o bater do vento em seus galhos, e como eram interessantes alguns pássaros que insistiam em brincar na sua sacada, isso fazia Julia lembrar de algum parágrafo que tinha lido no seu livro da sorte que falava sobre a Graça.

Na terceira semana em um de seus encontros com seu novo amigo, Julia decidiu falar com o rapaz que algo estava acontecendo com ela, pois ele era parte daquilo. O rapaz percebeu que realmente algo estava diferente, pois seus olhos brilhavam tanto e percebeu que Julia poderia fazer qualquer coisa para vê-lo bem e em paz.

Julia não conseguindo conter esse sentimento que lhe era superior, tão forte ao ponto de assumir o controle de suas decisões, ela respirou fundo e disse ao rapaz:

- “não sei muito sobre você, não conheço sua família, te conheci há poucos dias. Mas te Amo de uma maneira que não sei se encontro palavras para descrever, é um sentimento que não tem nada a ver com isso que chamamos ‘amor’, tenho a impressão que esse sentimento não é comum entre seres humanos, pois somos tão ruins, ciumentos, possessivos, e desconfiados com quem geralmente gostamos, esse sentimento fala de outra coisa, fala de querer bem, de ser bom, de liberdade, amizade e paz”.

Depois disso não conseguiu controlar as lagrimas que rolaram pela sua bela face.

O rapaz envolto naquela atmosfera olhou bem nos olhos de Julia e disse: - Você só pode ser um anjo, pois tal sentimento não pode habitar o coração de um simples mortal!

Ouvindo essas palavras Julia lembrou-se de uma simples oração, que fizera quinze dias atrás antes de pegar no sono, após ter lido algumas palavras de Paulo sobre o Amor em seu novo testamento da sorte (1Cor 13:1-13.). Ela orou: - “Senhor você sabe que não sou muito religiosa, e nem sei bem se acredito que você existe, mas se existe, me deixe sentir Isso!!!”.

Depois de lembrar-se daquela noite, ela virou para o rapaz e respondeu com um belo sorriso:

- “Não! Não sou um Anjo, mas também não me sinto uma simples mortal de três semanas pra cá, e se você soubesse a beleza do sentimento que me foi concedido, com certeza também o desejaria!”.

Conversaram durante mais algumas horas, e se despediram do encontro naquela tarde, para se encontrarem outras vezes, e esse sentimento tornou-se contagiante.


Se vivermos como simples mortais, nunca conheceremos a beleza de um sentimento tão nobre como o amor, pois ele é Imortal.



Fulvio Ribeiro.

25 comentários:

Bianca disse...

Lindo texto!

Elaine disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elaine disse...

Olá!
Que delícia ver meu selinho-que-eu-mesma-fiz por aqui!
Seja muito benvindo, Fúlvio! Uma das motivações para esta blogagem é justamente conhecer gente interessante. Li um pouco do seu blog e vi que você gosta de escrever. É um bom contista, aliás.
Volto aqui com mais tempo.
E obrigada pela visita e por aderir à Blogagem.
Beijos.

Mari Amorim disse...

Olá Fulvio,
Ainda que eu falasse a lingua dos anjos ,sem amor eu não viveria,realmente,o amor é imortal está acima de qualquer sentimento pequeno!
adorei
Beijos
Mari

Lúcia disse...

Oi!
Estou passando para avisar que daqui em diante, estarei escrevendo somente no 'Lúcia in the Sky'. Não deixe de me acompanhar, vou continuar na sua vizinhança, só mudei de endereço.
Abraço e até mais!!

financeiro disse...

Lindo sentimento o amor, sublime, que nos envolve em plena ternura, pena que não são todos que se deixam levar por esse sentimento, pois assim muitas pessoas sentiria mais felicidade ao sair de casa para suas tarefas cotidianas, tão estressante, o mundo seria bem mais feliz.

Parabéns pelo texto, é sempre bom falar de amor.

Zenaide

amigodcristo disse...

Paz amado irmão Fulvio...!!!
Cara que conto mais facinante....!!!
Meu amigo confesso, tu és um talento amigo....!!
Palavras é como um instrumento, para poder colcar elas em sua ordem em uma bela canção, e conseguir tirar as mais altas notas,,,, é preciso ter dedicação, amor, e uma alma em sintonia com sigo mesmo... dentro do seu ser em harmonia, e falar de amor sempre é facil, mas descreve-lo com tamnha perfeição como você explanou nesse conto, não é uma tarefa facil... porque realmente precisa de vivelo,...amigo e irmão... que o senhor continue sempre a derramar essa unção em tua vida, para sempre podermos ser prestigiados com seus textos... graça e paz seja contigo e tua familia paz irmão e isso firma na caneta....!!!

Mônica Fontes 36 anos disse...

Seguir a Cristo é ter escolhido viver conforme os princípios bíblicos de amor e fé.
Anjos tomaram formas humanas nesta terra de acordo com a bíblia. Acredito que Deus quer que seus filhos na terra também tomem "forma de anjos".Graça e Paz

Vem desfrutar do Amor de Deus disse...

Oi Fulvio...
Muito lindo o seu blog e o texto que li aqui.. adoro esses tipos de texto e vou voltar para ler mais e se voce me permitir vou linkar no meu. Obrigada pela mensagem carinhosa que deixou no meu humilde cantinho.
Sou uma pessoa muito simples e escrevo mesmo para desabafo e para ter algo de meu...rsrrss
Beijos e seja sempre muito bem vindo ao meu blog...apareça sempre
Marcia

Cleidinha Santos disse...

Lindo seu espaço! Obg pela visitinha! Estarei mais vezes aqui, tenha certeza! Bjão! Deus o abençoe!

Marcone França disse...

Olá Fulvio,
Deus ouve e responde as orações. Isto é maravilhoso.
Abraço!
Bom fianl de semana.

Exegese para todos. disse...

obrigado por fazer parte do meu blog.ótima a reflexão.

Eu sou o GOOGLE disse...

Valeu pela visita, por seguir meu blog, que me parece ter pontos divergentes do seu, mas o que seria da vida se não conseguíssimos vislumbrar a beleza que existe no diferente!!! Lindo texto, mesmo eu não sendo romântica, ou fantasiosa, sei reconhecer um bom texto, bem escrito e cheio de inspiração.
abs

Marize Camara disse...

Olá, boa noite!
Obrigada por visitar e seguir o meu blog.
Vim aqui dá uma espiadinha no seu trabalho, e achei magnifico! Estou a seguir também.

Voltarei sempre!

Fique com Deus e tenha um ótimo domingo.
Abçs

Elaine Crespo disse...

Fulviu!

AAdorei o texto!!
Tambiem adoro esbrever!!

Estou te seguindo ete colocarei em munha lista de blogs!

Belo Domingo e Semana!!

Beijos
Elaine

Raphael Rodrigues disse...

Parabens pelo Blog!

Sabe que sempre estou por aqui!
rsrs

Um grande abraço
@RaphaelRodrigues

Fernanda. disse...

Quanta beleza!
Engraçado é que escrevi algo sobre esse amor a alguns dias atrás. Está nos meus rascunhos, qualquer dia deve aparecer lá pelo blog. Realmente, devemos viver atento a muitas outras coisas além da poluição sonora e dos trantos trabalhos da faculdade. O AMOR está em tudo, basta que saibamos percebê-lo e aceitá-lo.

Beijos, de luz.

Pati G. disse...

Olá, obrigada por se tornar seguidor de meu blog. Adorei os textos postados aqui.
Abraços. Deus te abençoe!

Patty disse...

fala serio hein
que fundamento! parabéns, lindo, lindo!
abraços e mel pra ti!!!
e te convido a participar do meu segundo blog, proezas em condominios!

Tucha disse...

Agradeço a visita e tb estive por aqui e gostei do seu texto... os encontros verdadeiros com os humanos nos aproximam do divino.

Reyel disse...

Olá!

Agradeço por estar acompanhando meu blog!
Já estou seguindo aqui tbm...

Bênçãos!

Renata Nogueira disse...

Oi Fulvio. Obrigada pela visita e por seguir meu blog.Volte mesmo!
Que bonito seu texto, hein!
Beijão

Elaine disse...

Olá!
Este é um comentário-lembrete:
Amanhã, dia 20 de setembro, é o dia da Blogagem Coletiva Uma carta para mim em comemoração ao 1º aniversário do meu blog.
Como seu blog é um dos inscritos estou passando para lembrar.
Espero por você!
Elaine

claudete disse...

Somente os que sentem o vibrar da Luz interior podem descrevê-la com tanta sutileza, sensibilidade e cunhá-la com tanta veracidade através de um conto inspirado. Parabéns pelo texto e obrigada por estar seguindo meu modesto Blog. Abraços, Claudete

Érica disse...

oi amor....

Sou feliz em ter vc em minha vida, tudo o que vc escreve e muito lindo

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails