"Nem Sempre o que Pensamos é o que Vivemos... E na Maioria das Vezes o que Vivemos é o que Jamais Pensamos..."
Fulvio Ribeiro

Amor vs Morte

Author: Fulvio Ribeiro /



Adicionar imagem
Existe ao menos um, que conseguiu Amar, sem de algum modo morrer...?
Existe ao menos um, que passou pela vida, sem de algum modo Amar...?
Concluo então que, se o Amor é estrada para a morte.
A morte será como um troféu, levantado por aqueles
que se entregam ao verdadeiro Amor.


Fulvio Ribeiro.

7 comentários:

Alma inquieta disse...

Olá Fulvio!

Parabéns, gostei muito!
Embora a morte não seja o troféu, mas antes uma vida nova!

Um beijo de Portugal!

Juliana Lira disse...

Fulvio

Amar sem morrer não é amar, pra amar há de se entregar sem reservas, de querer a felicidade daquele mais que a sua própria...
Se a morte é o preço a ser pago, então que seja!Que seja um troféu com orgulho carregado...

Lindo, perfeito!

Milhões de beijos

Débora Francis disse...

Creio que o amor, está, esteve e estará presente em muitos corações.
Ao menos uma vez podemos concluir que o amor foi verdadeiro...
Que quando a morte me vier, que venha após eu ter conhecido o amor. Não quero ir sem ao menos ter amado uma vez...

Lindo, Fulvio... Parabéns

Claus Morales disse...

saludos lindo poema!
blessing!!

Clarinhaaa disse...

hummmm...
que coisa.
MOrrer para poder ser amado, ou para ser reconhecido aquele amor!
e é assim mesmo. Quantas historias ja ouvimos que fulano de tal amava tanto um senhorita, nossaaaa... que era lindo, mas ela não deu valor... e hoje ele morreu repentinamente, e ela está aos prantos. E vice-versa!

Mas o essencial é amarmos sem nos preocupar o que vão achar, ou como vão me retribuir esse amor. Assim alimenamos a decepção, e mais um tanto de coisas...

VAmos amar geral! rs

bjoooo apaixonados!!!!

angela disse...

Bonito poema, uma forma interessante de abordar o misterio do amor.
beijos

Sandra Botelho disse...

Morrer de amor ao pé de sua alma...
Lindo... Bjos no coração!

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails