"Nem Sempre o que Pensamos é o que Vivemos... E na Maioria das Vezes o que Vivemos é o que Jamais Pensamos..."
Fulvio Ribeiro

Quando a Brisa nos toca...

Author: Fulvio Ribeiro /





A lua parecia brilhar de uma maneira diferente aquela noite,

Sua luz brilhava nos olhos daquele casal

De um jeito que só os apaixonados contemplam.


Ela era meiga, calma, porém decidida,

Ele dizia para si: “Como ela é linda”.

A felicidade invadia-lhes o coração, pois o Amor os rodeava.


Sentados na areia daquela praia que já se achava vazia

O mar aprovava aquele romance,

Aplaudindo-os com o quebrar de suas ondas,

Juras e promessas apaixonadas fluíam de seus olhares,


Palavras? Para que...?

Naquele momento, seus corações podiam conversar.

Repentinamente uma leve brisa lhes toca a face,

Dizendo-lhes, que aquele momento era Real.






Por: Fulvio Ribeiro.

Imagem: Google



10 comentários:

Ira Buscacio disse...

Fulvio,

Vc ta cada vez mais, insuportávelmente, bom!!!!

Bjocasssss

Mari Amorim disse...

Poeta,
Nas horas certas,
coração clama,
a paixão inflama!
Nem preciso dizer,que este poema é lindo!
quando amamos ´palavras são desnecessárias.
Boas energias,
Mari

Pétala_Rosadinha disse...

Se já não bastasse o poema belíssimo, ainda encontro aqui a poesia de Djavan, sob forma de Pétala... é "a música".

Delícia estar aqui.
Beijos.
Bom fim de semana.

Gilmar disse...

Faço meus, os comentários da Ira Buscacio (rsrs). Você escreve fácil e de uma forma a permitir que os cenários sejam construídos enquanto as palavras são anunciadas. Então, há situações em que as palavras são dispensadas, como no desfecho de sua poesia. Sirvo-me dessa premissa, ante suas falas. Basta aqui voltar e saborear.

Grande abraço, Fúlvio!

ஐ¸.Lady .¸ஐ disse...

Oi querido!
Que delícia ler-te.
Existem momentos em que as palavras não são necessárias...Apenas um olhar.
Beijo da Lady

Insana disse...

gosto muito de te ler.

bjs
Insana

Dany Ziroldo disse...

Oi Fulvio... nossa faz tempo que não vinha aqui... o blog está lindo... e a escrita também...

Ah! A lua, essa que nos inspira e inspira os amantes... simplesmente, linda...


Um grande abraço...


Dany Ziroldo

Renato Hemesath disse...

Oi Fulvio, como vai?

Encontrei o teu perfil entre os seguidores do meu blog (Cine Freud) e vim também conhecer teus escritos! Gostei muito do que disse neste post em 'Palavras? Para que...?' realmente, o momento por si parecia ser a linguagem compartilhada.

Até logo,
abraços

Sílvio Moura disse...

Quando se estar apaixonado a gente se enxerga nos olhos da outra pessoa....

Pulcro,
http://www.pulchro.blogspot.com/

OutrosEncantos disse...

vim lhe dar meu beijo num abraço
e dizer que 'tou sentindo tua falta por lá :-)

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails