"Nem Sempre o que Pensamos é o que Vivemos... E na Maioria das Vezes o que Vivemos é o que Jamais Pensamos..."
Fulvio Ribeiro

Uma Prece...

Author: Fulvio Ribeiro /




Fantasmas rondam minha janela

A duvida insiste em deitar-se comigo,

O sol demora a nascer,

Você parece estar tão longe...


Faz frio em tua ausência,

Sem você, eu me perco,

Dê-me a mão nessa noite infinda,

Apressar-me-ei em te abraçar.


Quão longa e curta, é a estrada que nos separa.

Quão belo e cruel, é o sentimento que nos atrai.

O mais engraçado, é que você nunca me pede nada,

E pedindo nada, me pede tudo...!!!


E com meu tudo, que “nada” é em Você,

Entendo sem entender...

Teu amor, que me envolve de maneira tal,

Que preso fico, onde grilhões não existem.




Por: Fulvio Ribeiro

Imagem: Google

27 comentários:

CARLINHA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ira Buscacio disse...

Fulvio, menino tão querido.

Ontém vc me disse q estava vindo uma coisa na sua cabeça, pois digo q era no coração.
Olha no que deu! Que coisa linda!

Preso fico, onde grilhões não existem.
è isso, menino, só com liberdade prendemos um coração.

Bjocas e até a próxima

Juliana Lira disse...

Cada vez mais lindo os textos aqui!
Fantasmas rondam minha janela também...E o frio é cruel.Mas já comprei uma lareira rsrs

Milhões de beijos

ஐ¸.Lady .¸ஐ disse...

Linda sua postagem.
Felicidades sempre!
Beijos da Lady

OutrosEncantos disse...

Por vezes fazemos propósitos, queremos tudo assim, solto, sem amarras, parece que nos sentiremos mais felizes..., mas por tão soltos nos sentirmos... reparamos de repente que estamos tão sós, a ausência de... é um vazio muito dorido.
Muito bonito e verdadeiro o teu poema.
Gostei muito, Fulvio.
Beijo.

Também o som é excelente!

CARLINHA disse...

Fantasma que rodeiam ,a duvida que parece sempre estar presente , o sol parece demorar a aparecer e derrepente esses versos que pareciam triste se tornam “uma prece” linda , e essa simples “prece” toca a alma de quem lê e ai vc cosegue viajar com essa musica linda de fundo ....lindo muito bom essa prece sua adorei Parabéns meu amigo ,continue assim tocando nossos corações com seus textos lindos ..bjs com carinho no seu coração....

Márcia Luz disse...

Obrigada pela visita ao meu blog. Também adorei passear por aqui. Belíssima prece!

Zil Mar disse...

Oi..Poeta...

Linda demais!!!!

Eu fiquei emocionada demais....tocou meu coração...minha alma....

bjos!

Zil

Gilmar disse...

Fúlvio,

Acabo de oferecer-lhe o “Selo Qualidade”. Passe lá no Caminhar & Ruminar para apanhá-lo. E, como sempre faço, preciso dizer-lhe que fique à vontade para acolher o presente, passar adiante ou recusá-lo. Fique à vontade, sem quaisquer constrangimentos! Um grande e fraterno abraço!

Maria disse...

Amigo, que poema tão cheio de sentimento, tão doce, tão lindo, adorei!
bjs do tamanho do infinito
Maria

Mari Amorim disse...

Isso é o amor incondicional,aquele que nada pede aquele onde a liberdade o faz inesquecível.
Belo!
Boas energias,
Mari

claudete disse...

...Ao mesmo tempo que fascina e atrai pela própria incerteza de ser, o amor sem grilhões desafia os sentidos e atiça a paixão... Amo tudo que você escreve , Fúlvio, beleza e emoção conjugadas na sua poesia. Beijos no coração.

Insana disse...

Maravilhoso.

bjs
Insana

Gilmar disse...

Gosto do "jeito" como escreve. Parece coloquial, as palavras chegam fácil e não exigem rebuscamentos de compreensões, e melhor ainda, é que elas não perdem o encantamento, como por exemplo no trecho: "E com meu tudo, que “nada” é em Você,Entendo sem entender...".

Grande abraço, Fúlvio!

dessa disse...

Olá Fulvio...vim fazer uma visita e achei super bacana o seu blog,obrigado por estar me seguindo...vc gosta de artesanato?
beijos e até amis...

Malu disse...

Oi , Fulvio !

Lindo seu blog e suas poesias , ídem ...

Bjo e um bom finalzinho de tarde.

OutrosEncantos disse...

Vim deixar um abraço!
Gosto quando passas lá no meu canto!
'Bigada!

JB disse...

Muita sensibilidade neste poema onde o amor é o mote. Uma bela reflexão onde a ausência e a incerteza são fantasmas da vida presente em cada um, em cada nós.

Belo poema!

Beijinhos

Sônia Silvino disse...

Oi, querido!
Agradeço a visita!
Vim conhecer o teu espaço de reflexões. Adorei e te sigo!
Volte sempre para refletir comigo. Quando puderes, conheça os meus outros blogs.
Beijinhos!

gabyshiffer disse...

Muito charmoso e interessante o seu blog.
A poesia é intensa...
Obrigada por me add
tb já estou te seguindo.
Boa Quarta pra vc
T+

piedadevieira disse...

Obrigada pela visita, vim retribuir e gostei muito.
Poemas de grande sensibilidade e romantismo.
Um abraço.

Louco Amor Virtual disse...

Nossa, menino.... Fiquei sem palavras....
Parece que você fala por mim....
Estou seguindo você também... Sua sensibilidade me comove. Há muitos anos não vejo isso em um homem.
Beijos e tenha uma ótima noite!!!!!!!!

Alexandre da Fonseca disse...

MARAVILHOSO SEU BLOG, SUCESSO E MUITA PAZ...VISITE WWW.INSTITUTOEUQUEROPAZ.BLOGSPOT.COM

*Mi§§ §impatia* disse...

Oi querido, tudo bem?
Passando pra dizer que estou de volta aos blogs e vim matar saudade do seu cantinho.
Lindo dia pra ti, beijos.

Insana disse...

"Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças"
Charles Darwin


Bjs
Insana

Zil Mar disse...

Oi...passando pra reler seu poema...matar a saudade....e lhe desejar uma linda tarde de domingo!

Bjos!!!!


Zil

Anônimo disse...

Seu blog , é uma prece , onde se alcança o infinito pensamento de amar , e se despir de coisas ruins que o mundo através de nosso olhar nos traz...
Parabens
continue iluminado...

Claudia R R Lanzara

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails