"Nem Sempre o que Pensamos é o que Vivemos... E na Maioria das Vezes o que Vivemos é o que Jamais Pensamos..."
Fulvio Ribeiro

Espelhos

Author: Fulvio Ribeiro /




Aquela noite

A lua refletia você

Pois o sol fascinado,

Parou “pra” te ver...


Ouvi o vento,

O teu nome dizer

E a canção dos pássaros,

Era sobre você...


Você era tudo,

Em todo lugar

Estando acordado,

Eu pensava sonhar...


Vi um homem

Que de saudade chorava,

As lagrimas dele,

O teu nome chamava...


Ingênuo eu, tentei conversar

Mas, aquele espelho

Não sabia falar...




Por: Fulvio Ribeiro

Imagem by Caetano Borges

17 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Chorar por amor é demonstrar sensibilidade, é expor o coração.
Grande abraço

✿Lady✿ disse...

O amor é assim, puro e transparente.
Beijos meus!
Lady

OutrosEncantos disse...

É... o espelho não sabe falar!...
Beijo, Fulvio!

CARLINHA disse...

Nossa que lindo Querido , é realmente um espelho não sabe falar , bem que se soubesse em alguns momentos seria bom ,Parabéns!!! beijos se cuida fica com Deus que ele continue te abençoando sempre com essas inspirações pra vc possa continuar escrevendo esses lindos textos que vc escreve.....beijinhos se cuida viu Te Adoro meu amigo.....

Vivian disse...

...é sim, querido!

o espelho não sabe falar, mas
permite que nos vejamos como
espectadores de uma nova
realidade, de um novo caminho,
de um novo amor...

bj

Zil Mar disse...

Oi Fulvio...

Que lindo!!!!

"Mas, aquele espelho

Não sabia falar.."

Achei demais!
Muitas vezes ficamos diante do espelho esperando que a pessoa refletida nos diga alguma coisa....mas ela não sabe FALAR.

BJOS!!!!
Zil

PS:tem dois selos pra vc no meu blog.

Reflexos de MiM disse...

Sublimes as tuas palavras de amor...
Bjs

Poesias-Franciéle R.Machado disse...

Um poema envolto de simplicidade, mas que entre ele há belos sentimentos, quando se apaixona tudo é desta maneira, em todo o lugar refletido o alguém, na lua, em todo o canto, fugir disso é impossível tantas vezes...

Parabéns pelas palavras e nele também há uma bela musicalidade!

Boa Noite.

Katia Cristina disse...

Sdorei seu blog e seu poma. Parabéns e o brigada pela visita.

rancour disse...

você é um grande poeta amigo

Mari Amorim disse...

Parabéns!
e,a alma poeta,tomando forma.
Tenho um duplix,feito com o amigo Elcio espero que goste,doçuras e travessuras
Boas energias
Mari

Marcelle Silva disse...

Que profundo!
Adorei!
Beijos!!!

ótima semana pra vc!!!

Ira Buscacio disse...

Fulvio, meu querido,

A ingenuidade é um grande estado humano. Só os simple podem nos tocar com tanta sensibilidade.

Bjs e escreva sempre, mais!

Rodrigues Bomfim disse...

Somos o espelho de Deus, então todo aquele que reflete está interessado no espelho.O espelho é por definição, um instrumento que reflete e que especula, que desconcerta.

Brother, abração...apareça lá no blog, valeu?

Insana disse...

Eu choro ey grito eu me faço ouvir na minha dor na minha furia, me encolho me calo sussurru.
Deiixo claro Ta Doendo>

bjs
Insana

piedadevieira disse...

Grande poema,refletindo o melhor.
Beijos

João Bosco Maia disse...

Vagando nessas tantas ruas virtuais, encontrei tua porta de amante das Letras aberta - e entrei. Devo anunciar-me como um desses que diz "Oi, de casa! Trago aqui em minhas mãos a chave para dias melhores: escrevo e vendo livros!". Assim, venho te convidar para visitar o meu blog e conhecer as sinopses de meus romances, a forma de adquiri-los e, posteriormente, discuti-los. Três deles estão disponíveis inclusive para serem baixados “de grátis”, em formato PDF.
Um grande abraço literário,

João Bosco Maia

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails