"Nem Sempre o que Pensamos é o que Vivemos... E na Maioria das Vezes o que Vivemos é o que Jamais Pensamos..."
Fulvio Ribeiro

Hoje Sou Invisível *

Author: Fulvio Ribeiro /




Queria tirar do meu coração tudo que me faz mal

Que me tira o sorriso, dando lugar as lagrimas,

Que deixam em meus lábios o amargo gosto de não te ter

Eu queria arrancar isso de mim...


Mas quando em minha inocência tento,

Parte do meu coração também sai,

E dói...

Dói mais que a dor, de você em mim...


Esse sofrer apegou-se a minha alma,

E se pudesse eu apagar o sol com um beijo,

Poderia então, me ver livre desse cárcere de grades imaginaria

No qual cumpro pena por Amar...


Não lhe culpo por não me notar

Pois estou tão perto, que me tornei invisível

Mas digo-lhe: Pior que não enxergar um Amor,

Deve ser, enxergá-lo pela lupa da saudade...



Por: Paulinha & Fulvio Ribeiro

Imagem: Google


* texto totalmente Relevante para mim, e compartilhado com carinho imenso com uma amiga querida.

14 comentários:

Mari Amorim disse...

Paulinha e Fúlvio,belo dueto!
Costumo sempre dizer que para enxergamos o amor,é necessário usarmos uma lente especial,em meu caso uso lentes cor rosa,assim consigo,ler o coração das pessoas com mais poesia.
Um abraço,em especial em sua familia tão linda!
Muitas dádivas!
Mari

Ira Buscacio disse...

Meu amigão, um dueto? que maravilha!

A dor não se evita, mas ainda podemos escolher a alegria.
Bjão e linda semana

Anita disse...

Forte isto, heim?!
Como diria Martha Medeiros: "apertar o dedo na porta dói... mas, dói mais ainda a saudade"

E esta música linda ao fundo, de quem é?

Bjusss

Cristine Lima disse...

"Pois estou tão perto que me tornei invisível..." Talvez por isso alguns não conseguem ver o amor que pode estar tão perto deles... lindo este seu post, gostei muito do seu blog e estou seguindo voce.
Gostaria de convidá-lo para visitar o meu também. Comentários são muito bem vindos.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Fulvio
Obrigado pela visita ao meu blog, e pelo comentário.
Grande abraço

Sotnas disse...

Olá Fúlvio, que tudo esteja bem contigo!
Cá estou em outra, esparsa, mas, sincera visita, lendo gostando, vendo e admirando as belas imagens postadas juntos aos belíssimos textos, que merecem ser lidos!
Muito bom o resultado deste dueto!
E parabéns pela trilha que embala os visitantes, sempre que ouço estes acordes lembro-me do filme Encruzilhada. Tudo muito agradável por aqui o que demonstra seu bom gosto para imagens poemas e músicas!
Desejo a você e todos ao redor infinita felicidade, agradecido pela amizade, abraço e até mais!

Sonorização e iluminação disse...

Boa tarde, vi o seu blog e achei super interessante,
a partir de agora estou te acompanhado, dá uma moral pra mim, vai lá no meu e me segue.

Valeu!!!

Evandro Mello

Daniella Caruso Gandra disse...

Parabéns aos dois pelo belo poema!! E obrigada pelo seu comentário lá no meu blog, Fulvio!! Abs.

Evelyn, sou toda alegria...sou poesia! disse...

Forte ,real,lindo!!!!
Parabéns poetas.
Beijo

Samuel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Samuel disse...

Gostei muito,Tenho algumas poesia se voce quiser depois eu te passe!

Samuel disse...

Segue láa @samuelfist

TaliceRibeiro disse...

Primoooo Muito lindo adorei ler ;-) esta de parabéns vc é muito talentoso!! bjs

Phe disse...

To encantada com tudo neste Blog parabens vcs sao inspiração ao meu coração
Bjos Deus lhes abençoe ♥

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails